Jaguarari: Agência do Banco do Brasil reabre, mas município continua sofrendo com deficiência na segurança pública.

Agência do BB reformada. (Foto: Jair Paulo/Portal Jaguarari)
A agência do Banco do Brasil de Jaguarari reabriu nesta segunda-feira 25/02/2019, que segundo as informações funciona neste primeiro momento de forma parcial, ainda sem numerário (dinheiro). A reabertura se dá após um ano e quatro meses fechada e em reforma, depois que vários indivíduos armados e muito bem organizados tomou a cidade para si e durante 40 minutos realizaram diversos disparos de arma de fogo tipo fuzil calibre 7.62 de alto poder de destruição, escopetas calibre 12 e pistolas, além dos explosivos usados para detonar os caixas de auto atendimento e o cofre na data de 02 de outubro do ano 2017.

Durante o assalto a agência de Jaguarari, muitos
tiros foram disparados para o alto. (Foto: João Carvalho/Portal Jaguarari)
Naquela madrugada a cidade contava com três ou quatro policiais militares que ficaram encurralados na Companhia da PM e não puderam intervir na situação, e para retardar a chegada do reforço mais próximo que é do município de Senhor do Bonfim, distante 24 km, os bandidos roubaram um caminhão e o atravessou em uma ponte sob o Rio Itapicuru, e ainda incendiaram o veículo. O reforço do 6º Batalhão só chegou a Jaguarari depois de 20 minutos após os meliantes se evadirem através da estrada que liga ao povoado de Macambira, miguelitos (artefatos de metal usado para furar pneus) foram espalhados na via.

E após muito tempo a Agencia reabri, reduzindo os transtornos para os clientes que tinham que se deslocar para Senhor do Bonfim, onde enfrentavam grandes filas, para realizar suas ações, mas infelizmente a segurança no município de Jaguarari é precária, são quatro policiais militares por plantão de 24 horas e uma viatura e ficam responsáveis por pelo menos 80% do município, sendo que o 2º Pelotão com sede no distrito de Pilar atende as localidades vizinhas a Pilar e ainda o distrito de Abóbora, pertencente a Juazeiro, a Polícia Civil com um investigador, escrivão e a Delegada que se desdobram nos serviços de investigação, registros de ocorrências, oitivas e autuações em flagrante, contam também com uma viatura e funcionam apenas em horário comercial de segunda a sexta e nos feriados, sábados e domingos não há atendimento ao público, já a Guarda Municipal não possui porte de arma de fogo, nem se quer é regulamentada no município.

Nos últimos anos a Polícia Militar principalmente, recebeu reforços na região, com a chegada da CIPT – Companhia Independente de Policiamento Tático, mais conhecida como RONDESP NORTE, sediado em Juazeiro, a manutenção da CIPE-CAATINGA ou CPAC, além da CETO – Companhia de Emprego Tático Operacional, está ultima com sede em Senhor do Bonfim, companhias essas especializadas que são de grande importância contra a criminalidade e dão suporte as guarnições de policiamento ordinário.

Uma base de policiamento especializado no município seria uma grande conquista para o cidadão de bem, e uma baixa muito grande na criminalidade, no tocante a assaltos, tráfico de drogas e no enfrentamento aos crimes contra instituições financeiras, e neste momento que entraria os políticos de Jaguarari que nos últimos dois anos brigaram pelo poder, e agora poderiam brigar pelo povo que depositou um voto de confiança nos 13 vereadores e no prefeito, poderiam solicitar ao Secretário de Segurança da Bahia, Dr. Maurício Barbosa, bem como o Comandante geral da PM, Anselmo Brandão, reforços no policiamento do município de Jaguarari que cresce a cada ano e é residência hoje para mais de 35 mil pessoas.

Portal Jaguarari


Equipe da CETO do 6º BPM realiza patrulhamento alguns dias da semana em Jaguarari (Foto: Jair Paulo/Portal Jaguarari) 
Policiais Civis de Jaguarari ainda fazem muito, com muito pouco (Foto: João Carvalho/Portal Jaguarari)

Com uma quantidade pequena de policiais por plantão e uma viatura, os PMs fazem o que podem (Foto: João Carvalho/Portal Jaguarari)

Nenhum comentário