“Policial cantor” é punido pela PM após atender pedido de fã em karaokê; assista

O cantor Amado Cigano, que também é policial militar, foi reconhecido por um fã durante o patrulhamento nas ruas de Salvador, na noite de sexta-feira (29/01). A denúncia foi feita pelo deputado estadual Soldado Prisco. 

De acordo com o parlamentar, Ferreirinha, como também é conhecido, foi convidado para uma “palhinha” no karaokê de um bar no bairro de Itapuã e prontamente atendeu. A filmagem encantou internautas e cumpre o objetivo defendido pelo governo baiano de aproximar cada vez mais PM e comunidade. O trabalhador aparece sorridente e com um copo de água na mão enquanto as pessoas aplaudem a iniciativa. 

Porém, ainda de acordo com Prisco, o efeito foi o inesperado pelo militar, que acabou sendo afastado da Operação Apolo, criando um sentimento de injustiça entre praças. Nas redes sociais, colegas de farda lembraram que situações inusitadas envolvendo oficiais foram elogiadas em outros momentos, a exemplo de uma capitã sambando com o povo no Nordeste de Amaralina e um major que dança com Ivete Sangalo no Carnaval.

 Link do vídeo, confira: https://fb.watch/3lH2LujCOk/ 


PM emite nota sobre conduta do “policial cantor” 

O Departamento de Comunicação Social da Polícia Militar (DCS-PM) enviou nota para o Informe Baiano na tarde deste sábado (30/01) com o posicionamento oficial sobre o caso envolvendo o soldado Amado Cigano, que teria sido afastado da Operação Apolo, unidade com serviços extras. O militar foi convidado por um fã para cantar em um karaokê, no bairro de Itapuã, em Salvador, e aceitou o pedido. A cena bastante elogiadas nas redes sociais. 

“A Polícia Militar informa que a conduta do policial será apurada, a fim de esclarecer os motivos da adoção da postura divulgada no vídeo. Ao final da apuração divulgaremos o resultado a todos os interessados”, relata o comunicado da corporação.

Fonte: Informe Baiano

0/Faça seu Comentário/Comments

Publicidade

Publicidade