Família clama por justiça 8 meses após assassinato de adolescente de Abóbora em Juazeiro

Foto: Arquivo da familia

Depois de 8 meses da morte do adolescente Alex dos Santos Fernandes, de apenas 14 anos, assassinado a tiros em Juazeiro a família continua a clamar por justiça e pedir a prisão dos envolvidos no crime.

O homicídio ocorreu no dia 31 de dezembro de 2017, por volta das 18hs, no bairro Malhada da areia. O garoto brincava com o irmão mais novo e um primo em frente à casa da tia, quando dois indivíduos de bicicleta se aproximaram da vítima que estava sentada e ao se levantar foi alvejado com um tiro disparado por um dos indivíduos, Alex não resistiu e veio a óbito no local. Até onde se sabe os criminosos não foram identificados e após tanto tempo a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da 17ª COORPIN de Juazeiro não apresentou nenhum suspeito, e o que mais chama a atenção no ocorrido foi que o crime se deu em plena rua e ninguém viu ou quer informar a polícia com receio de retaliações.

De acordo com familiares Alex era estudante, não tinha envolvimento com nenhuma pratica criminoso ou era usuário de drogas e estava na cidade passando as férias na casa do pai, ele chegou na sexta-feira em Juazeiro e foi morto no domingo, o garoto residia com a mãe no distrito de Abóbora, onde era muito querido pela comunidade que permanece indignada com tamanha barbárie.

A falta de respostas vem causando um sofrimento muito grande para a família que não entende o motivo do crime, e pede a quem souber de algo informar a Polícia, “nada de justiça, até agora não sabemos de nada, gente pelo amor de Deus quem souber de alguma informação sobre esse caso sem repostas, informe na Delegacia”, disse um familiar.

“Só queremos que a justiça seja feita e coloque esse assassino na prisão para aliviar mais a dor de nossa família de mãe e irmão tios e primo e os amigos dele e da nossa comunidade aqui em abóbora, só queremos que à justiça seja feita”, finalizou.

Portal Jaguarari

Um comentário: