Homem detido ao ser comparado a retrato falado do caso Beatriz não possui nenhum mandado, diz coordenador da Policia Civil de Sr. do Bonfim

Imagem ilustrativa

Mais um alvoroço, e oba-oba gerado novamente pelas redes sociais, colocou em risco a vida de um rapaz que estava em um hospital na cidade de Jacobina, e teria sido confundido com um retrato falado de um possível suspeito do caso Beatriz, ocorrido no ano de 2015 na cidade de Petrolina. 

Foi maciçamente divulgado a imagem do cidadão, e o mesmo chegou a ser preso na cidade de Pindobaçu e de lá encaminhado para a DT/Bonfim, onde foi feito buscas e de acordo com o Coordenador de Polícia Civil da 19ª Coorpin, Dr. Felipe Neri, não existe nenhum mandado contra a pessoa apresentada por meramente se parecer com um retrato falado. 

Sobre retrato falado 

Na manhã desta quinta-feira, 3 de junho, nosso repórter Netto Maravilha conversou com Dr. Felipe e também com Dra. Elisa Padilha, ambus disseram e repudiaram o retrato falado, feito pela família da vítima e que não tem nenhuma legitimidade e mais, não foi feito por órgão oficial, de acordo com os delegados a divulgação não oficial colocou em risco não só a vida do rapaz apresentado nessa quarta-feira, como tem tirado o sossego de muitos cidadãos no Pernambuco. 

O homem apresentado não ficou preso, de acordo com Dr. Felipe não há nada que o incrimine e por isso não poderia mantê-lo sob custódia. Foi colhido material tanto papiloscópico como de DNA, que serão encaminhados para a polícia pernambucana. 

Blog do Netto Maravilha

0/Faça seu Comentário/Comments

Publicidade

Publicidade