Primeira parcela do Bolsa Presença será depositada no dia 27 de abril

A primeira parcela de R$ 150 do Bolsa Presença para famílias com filhos matriculados na rede estadual de ensino e em condição de vulnerabilidade socioeconômica será depositada no dia 27 de abril. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, nesta terça-feira (20), durante o programa Papo Correria. 

O programa beneficia famílias inscritas no CadÚnico e tem como objetivo evitar o abandono escolar e contribuir para fortalecer o vínculo com a escola e o processo de ensino e aprendizagem. O recurso será creditado em novo cartão Alelo que os estudantes beneficiados receberão. 

“Esse programa prevê uma aplicação de pelo menos R$ 280 milhões. Com as limitações de recursos que nós temos, esse é um investimento realizado através de um esforço fiscal enorme para poder dar esse reforço aos nossos estudantes. São mais de 300 mil famílias beneficiadas. Além desse programa, também temos o vale-alimentação de R$ 55 por estudante e a bolsa de R$ 100 para 52 mil monitores de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica, do programa Mais Estudo. Esses três programas representam mais de R$ 410 milhões destinados aos estudantes e às suas famílias da rede estadual”, destacou o governador. 

Medidas restritivas 

Durante o Papo Correria, Rui também explicou que a transição para uma fase de flexibilização das medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19 está atrelada às taxas de ocupação dos leitos de UTI. 

“Definimos que para iniciarmos o processo de abertura para atividades como casamentos, cirurgias eletivas e as aulas no formato semipresencial, as cidades precisam manter a marca máxima de 75% de ocupação durante cinco dias seguidos. Ainda não temos nenhuma região em condição de migrar pra essa fase mais flexível, mas, assim que tivermos, daremos início a essa transição”, afirmou. 

Repórter: Tácio Santos/Secom

0/Faça seu Comentário/Comments

Publicidade

Publicidade