Funcionário da prefeitura de Jaguarari teria acusado condutores do SAMU de um suposto furto; caso é apurado pela Polícia Civil

Na última quinta-feira (22/04), condutores do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, estiveram na Delegacia de Polícia Civil de Jaguarari, para registrar uma queixa contra um funcionário da prefeitura que teria acusado os motoristas de um suposto furto. 

De acordo com informações que constam no Boletim de Ocorrência, um dos motoristas do SAMU foi até a garagem realizar a troca de um equipamento da Ambulância, quando o funcionário teria dito que iria pensar se trocaria o equipamento, por que na SAMU ocorreu um furto de uma bateria de uma ambulância reserva. Diante do comentário o condutor questionou quem era essa suposta pessoa que havia praticado o furto, porém o funcionário não disse. 

Ainda segundo informações do B.O, circulava em uma citada repartição da prefeitura, comentários de quem seria a suposta pessoa que teria furtado no SAMU. Com isso os condutores, cerca de cinco, se sentiram ofendidos com os comentários e prestaram a queixa, eles ainda informaram que a suposta bateria da ambulância foi retirada pela administração anterior da prefeitura, e que o fato consta em documento apresentado na Delegacia. 

A reportagem entrou contato com o citado funcionário publico que informou que irá se posicionar sobre o caso posteriormente. 

O caso fica agora a cargo da policia civil que irá ouvir as partes envolvidas e proceder com a investigação.

Portal Jaguarari

0/Faça seu Comentário/Comments

Publicidade

Publicidade