PRF garante segurança viária na escolta de pás eólicas destinadas a construção de parques de geração de energia limpa na Bahia


A 
Polícia Rodoviária Federal (PRF) intensificou a quantidade de escoltas de pás eólicas em rodovias federais que cortam a Região Nordeste do Brasil. As cargas fazem parte da construção de quatro parques de geração de energia renovável na Bahia. 

Os equipamentos são produzidos no Complexo do Pecém (CE), e além das estradas cearenses percorrem os estados do Piauí, atravessam o sertão de Pernambuco, até chegar na Bahia, perfazendo um percurso de mais de mil quilômetros da fábrica até as instalações dos parques eólicos. 

Na Bahia, as escoltas iniciam por Juazeiro ou Chorrochó e têm como destino final a cidade de Umburanas, passando em trechos das Brs 116, 324 e 407. 

As pás têm quase 80 metros de comprimento, excedendo em muito os limites regulamentares de tamanho, largura, altura e peso. Devido à dimensão e peso especiais desses equipamentos, seu transporte se torna um desafio logístico e rodoviário, que requer planejamento e infraestrutura que estejam de acordo com a legislação e que garantam a segurança viária. 

Toda a operação é feita em conjunto e envolve engenheiros, técnicos, policiais rodoviários federais, dentre outros profissionais. As rotas são detalhadamente analisadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Também é elaborado um plano para reduzir riscos, com o objetivo de garantir a segurança dos profissionais, bens e dos usuários das vias. 

Os motoristas devem redobrar a atenção ao se depararem com esse tipo transporte, pois as pás são transportadas em velocidade reduzida e tanto os profissionais de escolta quanto os policiais acompanham a viagem até o destino final. 

Os batedores da PRF garantem a segurança, a passagem do comboio e realizam a abertura e o fechamento da via quando necessário. Para que tudo ocorra conforme o programado, vários são os profissionais das diferentes áreas envolvidas na operação que se mobilizam e estabelecem a comunicação entre as equipes durante todo o trajeto. 

Paradas estratégicas são programadas durante o percurso e parte do trajeto é realizado durante a noite, principalmente, em trechos de perímetros urbanos, como forma de minimizar o impacto aos usuários da rodovia. 

Atribuição da PRF e exigências 

O serviço de escolta dedicada de conjuntos transportadores de cargas indivisíveis e excedentes em peso e/ou dimensões, é atribuição própria da PRF, diretamente ligada à segurança viária e prevenção de acidentes em todas as rodovias federais. Visa assegurar a livre circulação nas rodovias com o máximo de segurança para os usuários. 

As empresas que realizam esse serviço de escolta devem atender a diversos requisitos para garantir a segurança viária durante o translado, como possuir uma Autorização Especial de Trânsito (AET), utilizar veículos de escolta credenciados, comprovar que o motorista é capacitado para a condução do veículo, possuindo o curso de transporte de carga indivisível e a licença de motorista de escolta, dentre outros. 

A Polícia Rodoviária Federal regulamenta o credenciamento de empresa especializada, o planejamento, a execução, o controle, a fiscalização e a aplicação de penalidades dos serviços de escolta aos veículos transportadores de cargas indivisíveis, superdimensionadas e excedentes em peso e/ou dimensões e outras cargas que, pelo seu grau de periculosidade, dependam de Autorização Especial de Trânsito (AET) e escolta para transitar nas rodovias e estradas federais. 

O parque eólico 

As instalações do Conjunto Eólico Campo Largo, está localizado no norte da Bahia, nos municípios de Umburanas e Sento Sé. O projeto vai gerar energia suficiente para atender quase 1 milhão de domicílios, com 605 MW de capacidade instalada. Sua primeira fase, cuja construção iniciou em novembro de 2017, foi concluída em abril de 2019. A entrada em operação da segunda fase está prevista para o início de 2021. O Conjunto conta com 144 aerogeradores, de 2,5 MW cada, distribuídos em 18 parques eólicos. 

Está trafegando na BR e observou uma dessas escoltas? Confira as dicas: 

* Reduza a velocidade ao se deparar com um veículo de escolta; 

* Mantenha uma distância segura dos outros veículos; 

* Redobre a atenção ao volante; 

* Respeite as orientações dos policiais e profissionais de escolta; 

* Aguarde a orientação e o momento mais seguro para ultrapassar; 

* Só ultrapasse quando não oferecer risco ao trânsito. 

A PRF assume fundamental papel na logística das movimentações destas cargas superdimensionadas, sendo responsável pela escolta e promoção da segurança tanto dos equipamentos como dos demais usuários da rodovia. 

As escoltas prosseguem durante o ano de 2021 pelas estradas baianas e a PRF reitera mais uma vez sua missão de promover a prosperidade da Nação garantindo a segurança pública e a mobilidade no Brasil. Está sempre à disposição para prestar um serviço diferenciado à sociedade em eventos planejados.



NUCOM PRF

0/Faça seu Comentário/Comments

Publicidade

Publicidade