Nordestina recebe mais de R$ 451 mil de investimento na agricultura familiar

A agricultura do município de Nordestina, no Semiárido baiano, recebeu reforço, nesta sexta-feira (19), de mais de R$ 451 mil de investimento, que vai beneficiar 41 famílias da região. Em visita à cidade, o governador Rui Costa autorizou a celebração de dois convênios do Projeto Bahia Produtiva, no âmbito dos editais ‘Qualificação de Agroindústrias’ e ‘Socioambientais Quilombolas’.

O Bahia Produtiva é uma ação do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), voltada para financiar projetos de inclusão produtiva e acesso ao mercado.

O diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, explicou que o intuito das ações é gerar renda e mais oportunidade de emprego para as famílias do rural baiano: “Um projeto atende às comunidades quilombolas do município, ajudando a desenvolver atividades produtivas ligadas aos criatórios, pomares e hortas, e outra associação foi contemplada com uma agroindústria de frutas para produzir polpas, geleias, sucos. Um conjunto de produtos beneficiados que agregam valor à produção e colocam com mais qualidade esses produtos no mercado”.

A Associação Comunitária da Fazenda Lagoa dos Bois foi a beneficiada com quintais produtivos e a Organização Mandacaru Dignidade e Resistência no Sertão, contemplada no edital de Agroindústria, obteve a unidade de beneficiamento de frutas. Para o representante da organização, José Moraes, o convênio de agroindústria veio como uma grande oportunidade para potencializar os quatros grupos produtivos que realizam beneficiamento de frutas transformando-as, em polpas: “Com essa proposta teremos a oportunidade de adequar a agroindústria, certificar a produção e elevar os índices de produção gerando renda e agregação de valor à produção local”.

Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário