Inverno é a estação mais propensa ao aumento de casos de gripe e resfriados

Inverno é a estação mais propensa ao aumento de casos de gripe e resfriados. De acordo com o Ministério da Saúde, já foram registradas 199 mortes por gripe

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), durante o inverno, há um aumento significativo das doenças respiratórias, em especial, a gripe e o resfriado. As baixas temperaturas, mudanças climáticas bruscas e ar seco são fatores influenciadores neste cenário. A estação iniciou em 21 de junho e segue até 23 de setembro.

O enfermeiro e professor da Faculdade UNINASSAU Petrolina, Victor Hugo, pontua que “na estação mais fria do ano, acontecem situações pontuais como: beber menos água, passar mais tempo na água quente, ficar mais tempo aglomerado com familiares e amigos, entre outros". "São situações que contribuem para maior proliferação de micro-organismos (vírus e bactérias) e influencia na redução da imunidade”, destacou.

O MS divulgou, no início de junho, que a gripe já matou 199 pessoas. Victor alerta que os cuidados devem ser tomados durante todo o ano. “Os vírus e bactérias proliferam o ano todo causando doenças respiratórias. Então, devemos mudar os nossos hábitos. Alimentar-se bem, beber muita água, lavar as mãos, se vacinar, tornar os ambientes arejados, etc”, disse.

Gripe X Resfriado

A gripe é uma infecção respiratória causada pelo vírus influenza, sendo assim, mais grave com sintomas como febre, tosse, mal-estar, coriza, dores na garganta, corpo e cabeça entre outras complicações, que podem levar à morte.

Já o resfriado é provocado por dezenas de vírus diferentes, os Rinovírus, com sintomas mais leves que duram de dois a cinco dias. Para as duas doenças a prevenção é feita com o reforço dos cuidados de higiene e, no caso da gripe, há a vacinação para grupos prioritários.

Ascom UNINASSAU

Nenhum comentário