Artigo: Feriado mais seguro para motociclistas e garupas

Para um feriado do Dia do Trabalho menos violento no trânsito é preciso que os motociclistas aumentem os cuidados com a segurança, já que do total das 37.891 infrações registradas na mesma data em 2018 pela Polícia Rodoviária Federal, foi verificado um aumento de 37% nas autuações pela falta de uso de capacete, uma conduta tipificada pelo artigo 54 do Código de Trânsito Brasileiro e com as penalidades de multa e suspensão do direito de dirigir, além do recolhimento da habilitação, determinadas no artigo 244. Com mais pessoas e motocicletas nas vias durante o dia de descanso, a atenção dos condutores deve ser redobrada, principalmente porque, na maioria das vezes, o motociclista precisa cuidar da sua segurança e também do garupa. “Uma das primeiras e mais importantes dicas que repassamos aos motociclistas é que o excesso de confiança atrapalha e muito. Geralmente, quando estamos muito confiantes, deixamos de promover a pilotagem defensiva, o que coloca o condutor e as demais pessoas em risco, inclusive garupa, motoristas e pedestres. Sempre devemos estar atentos à maneira de pilotar, à nossa e a dos demais, e nunca esquecer que a motocicleta nos deixa expostos, ou seja, em um acidente, na maioria das vezes levamos a pior”, explica o instrutor e especialista em pilotagem segura, Gabriel Thomas.

A educação também é sempre apontada como uma das ferramentas mais importantes para a redução dos acidentes de trânsito. “Incentivar a educação e propagar informações sobre segurança faz com que cada cidadão entenda que suas atitudes refletem diretamente no trânsito. Essa deve ser uma luta diária e incessante. O trânsito é feito de pessoas e são as nossas decisões que fazem o dia a dia das ruas”, defende o especialista em trânsito e diretor da Perkons, Luiz Gustavo Campos.

Motociclistas, motoristas e pedestres mais bem informados tendem a ter condutas mais seguras, evitando acidentes e diminuindo sensivelmente as sequelas e traumas em casos de ocorrência de sinistro. Algumas dicas podem ajudar na condução segura e na segurança do motociclista. Veja as orientações do especialista em pilotagem segura:

• Verifique com regularidade itens básicos da sua motocicleta, como pneus e pastilhas de freio;

• Transite sempre com o capacete fechado. O capacete aberto pode não só gerar multa, como também facilitar a entrada de insetos e detritos no capacete, podendo ferir os olhos e causar um acidente;

• Além do capacete, utilize botas de segurança e luvas. As mãos e os pés são os primeiros recursos que utilizamos em caso de queda. É recomendável também não deixar o corpo exposto, utilizando calças e jaqueta apropriados para andar de moto;

• Mantenha-se visível aos demais motoristas, principalmente, quando tiver a intenção de realizar uma ultrapassagem;

• Respeite a sinalização e as leis de trânsito. Mas aceite que, infelizmente, nem todos fazem o mesmo e um carro pode avançar o sinal vermelho, por exemplo. Quando o sinal de trânsito abrir sempre observe se os carros estão parados;

• Saiba entrar e sair das curvas em velocidade constante, principalmente, nas estradas. A alta velocidade te coloca em risco e a baixa também;

• Tenha em mente que nos cruzamentos onde a preferencial é sua, há sempre possibilidade de um motorista não te ver. Diminua a velocidade sempre!

· O garupa deve subir pelo lado esquerdo da moto! Sempre que for subir ou descer da moto, avisar o piloto e esperar a confirmação dele.

· Em curvas, o importante é que o garupa mantenha seu corpo próximo ao do piloto, e siga naturalmente o movimento do tórax dele. Atenção garupa! Nem pense em "consertar" as curvas, você pode causar um acidente.

Crédito foto: Banco de imagem/Perkons

Nenhum comentário