Escolas estaduais celebram Dia Internacional da Mulher


Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, que é celebrado nesta sexta-feira (8), as escolas da rede estadual de ensino da capital e interior do Estado realizaram diferentes atividades. Na programação constaram homenagens às educadoras e profissionais da Educação, além de apresentações em sala de aula de pesquisas e conteúdos relacionados ao tema. A data representa as lutas e as conquistas sociais, econômicas e culturais obtidas pela mulher ao longo do tempo e teria surgido, em 1911, a partir da luta de operárias de uma fábrica têxtil, nos Estados Unidos, que teriam morrido carbonizadas.

No Colégio Estadual Sete de Setembro, localizado no bairro de Paripe, em Salvador, os estudantes estão envolvidos no projeto Kayodê, que acontece há duas décadas. O projeto visa empoderar jovens e mulheres negras do bairro, ao trabalhar a identidade afro-brasileira e a valorização da cultura afro. Após pesquisarem sobre os avanços da mulher na sociedade, os estudantes continuarão com a programação na próxima semana, com várias inciativas a exemplo de rodas de conversas com convidadas do movimento negro e da própria comunidade.

Segundo a professora de História do colégio, Marlene Souza Silva, o projeto é muito importante para o desenvolvimento dos estudantes. “A Educação é um grande instrumento de transformação social e de combate ao racismo. Além disso, a escola é a continuidade desse grande quilombo que é o bairro, devido ao número de pessoas negras que moram aqui. Por isto, fazemos questão de homenagear as mulheres negras da comunidade e do entorno através do nosso projeto”, revelou a educadora.

Em Feira de Santana (115 km de Salvador), as professoras do Colégio Estadual Juiz Jorge Faria Góes foram homenageadas durante uma confraternização entre as educadoras. Já em suas respectivas aulas, elas contextualizam a temática da mulher aos conteúdos abordados. Este é o caso da professora de Ciências e Química, Maria da Conceição Gomes, que aproveitou a data para falar sobre os cuidados com a saúde da mulher. “Abordei sobre a importância do uso da camisinha como um método de prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), incorporando o tema à realidade dos estudantes, tendo como gancho o Dia Internacional da Mulher. Aproveitei e fiz um alerta, principalmente, para as jovens alunas sobre os riscos de uma relação desprotegida”, explicou.

A estudante Maria Fernanda dos Santos, 15, 2º ano, disse que gostou muito da proposta de aula. “Discutir temas importantes como este em sala de aula é essencial, pois ajuda a combater o machismo já dentro da escola, mudando o modo de pensar e agir de muitos jovens”, disse a aluna, que está pesquisando sobre o papel da mulher em diferentes áreas como a Política e o Esporte.

Videoconferência – Para celebrar a data, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia realizará uma videoconferência com o tema ‘Mulheres e os desafios na contemporaneidade´, na próxima terça-feira (8), às 8h30, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), na Avenida Paralela, em Salvador. A atividade será transmitida para as salas de transmissão dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE).

Outra ação da secretaria em alusão ao Dia Internacional da Mulher e ao Mês da Mulher, será o encontro ‘Diálogos com as Juventudes – Mulheres e os Desafios da Contemporaneidade’, que será realizado no dia 29 de março, das 8h às 12h, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), com a participação de estudantes.

Fotos: Divulgação

Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Nenhum comentário