Meme da internet, 'Rei da Matemática' é abandonado por família na Bahia e passa fome; vizinhos ajudam

"Ele foi achado em condições desumanas. Estava fraco", conta o motorista e pastor evangélico Diego Santos, sobre Florisvaldo Moreira de Queiroz, de 19 anos, mais conhecido como o "Rei da Matemática".

Florisvaldo mora em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador e ficou conhecido na internet após virar meme, há cerca de três anos. Ele apareceu em vídeos fazendo contas de matemática com resultados equivocados e as imagens viralizaram. [Confira o vídeo abaixo]

Apesar da grande visualização do vídeo, Florisvaldo ficou conhecido, mas não ganhou dinheiro com a fama. Ele mora no Conjunto Feira IX e, desde a última semana, recebe ajuda de vizinhos após ser encontrado sozinho em um imóvel com objetos quebrados, lixo acumulado e sem alimento, água e energia elétrica.

Vizinhos contam que o jovem foi abandonado pela família. O G1 tentou, mas não conseguiu contato com familiares de Florisvaldo.




A dona de casa Lilian Silva, de 32 anos, que é vizinha do rapaz , informou ao G1 que precisou arrombar um cadeado para tirar ele do imóvel.

"Um vizinho veio me chamar e nós fomos tirar ele da casa. A gente arrombou o cadeado. Ele estava muito debilitado, sujo e com mau cheiro", contou.

Desde sábado, o jovem está abrigado na casa de Lilian. Segundo a dona de casa, Florisvaldo fala pouco e está abalado.

"Ele está muito triste, não conversa muito. Ele não se comunica. Achamos que o que ele tem é depressão, mas ainda não temos certeza. Ele está sendo atendido por uma psicóloga", disse.

Diante da situação, os vizinhos resolveram fazer uma vaquinha online para arrecadar dinheiro e assim, comprar uma casa para Florisvaldo.

"O pessoal do bairro ficou sabendo da situação dele e o caso começou a se espalhar nas redes sociais. Então alguns vizinhos se mobilizaram para ajudar ele de alguma forma. A gente está tentando tirar os documentos dele, levando ele ao médico", disse o pastor evangélico Diego Santos.


Por G1/BA
Fotos: Acorda Cidade

Nenhum comentário