Publicidade

publicidade

www.leomagalhaes.com.br Olá! Seja bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia. Você bem Informado...  Jaguarari-BAHIA,

18 de maio: Proteja nossas crianças e adolescentes do abuso e exploração sexual

Paula Bezerra - Psicóloga

Na data de 18 de maio de 1973, no estado do Espírito Santo, uma criança de apenas oito anos de idade foi sequestrada, espancada, estuprada e morta, e tal dia foi escolhido como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O abuso sexual é o ato de natureza sexual em que adultos submetem crianças e adolescentes a situações de satisfação sexual, imposto pela força física, pela ameaça. Neste tipo de violência, o agressor não visa lucros ou qualquer tipo de comércio e geralmente é um conhecido ou membro da família. A exploração sexual é quando crianças e adolescentes são usados com a intenção de obter lucro ou benefícios. O agressor se aproveita da ingenuidade da criança/adolescente e o atrai com suborno e/ou falsas promessas.

Crianças e adolescentes vítimas de violência sexual tem o seu desenvolvimento prejudicado. As consequências podem ser de ordem física (dores nas regiões íntimas, fraturas etc), além de perda da autoestima, agressividade, comportamento sexual inadequado, atitudes autodestrutivas, depressão etc). A vítima, por medo do agressor (que pode ameaçá-la) ou por vergonha, permanece em silêncio, o que pode contribuir para a continuidade do ato violento e maiores prejuízos no desenvolvimento biopsicossocial das vítimas. Ressalto também que toda criança ou adolescente vítima de qualquer tipo de violência necessita ser acolhida, ouvida (e acreditada na sua fala) e apoiada pelos familiares, amigos e profissionais (psicólogos, médicos, assistentes sociais, professores etc).

O “disque 100” é um serviço que recebe denúncias de violência contra crianças e adolescentes. As denúncias são anônimas e podem ser feitas de todo o Brasil. Ou procure o CREAS ou Conselho Tutelar de sua cidade. Não fique calado! DENUNCIE!

Com informações extraídas de: http://www.turminha.mpf.mp.br/direitos-das-criancas/18-de-maio/quais-sao-os-meios-mais-comuns-de-acontecer-exploracao-sexual-infanto-juvenil; http://www.adital.com.br/site/noticia_imp.asp?cod=41722&lang=PT; http://www.tjdft.jus.br/institucional/imprensa/glossarios-e-cartilhas/violenciaSexual.pdf

Paula Bezerra – Psicóloga CRP-03/9980. Contato: paula.psique@hotmail.com

Nenhum comentário