SITE EM MANUTENÇÃO

Publicidade

publicidade

www.leomagalhaes.com.br Olá! Seja bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia. Você fica bem Informado  Jaguarari-BAHIA,

Serrinha registra redução de 35% nos crimes contra a vida em 2016

O município de Serrinha, há 183 quilômetros de Salvador, registrou uma redução de 35% nos crimes contra vida no ano passado, comparando ao ano anterior, foram 26 vítimas em 2015 contra 17 em 2016. Outros dados também revelam a atuação e trabalho afinado das Polícias Civil e Militar na cidade, 145 pessoas foram presas em flagrante em 2016 e 174 inquéritos com autoria foram remetidos à Justiça.

Além de ter ganho um Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep), em novembro do ano passado, num investimento de R$ seis milhões, que reúne o 16o Batalhão da Polícia Militar, a Delegacia Territorial e a Coordenadoria Regional de Polícia Técnica, a cidade conta também com uma sede do Ronda Maria da Penha e recebeu reforços para as corporações. A Polícia Civil ganhou 04 delegados e 03 investigadores, e a PM teve um incremento de 30 soldados ao seu efetivo.

Para o Tenente-Coronel Gilson Paixão, comandante do 16o Batalhão, a inauguração do Disep veio coroar o trabalho das polícias. “A nova estrutura trouxe maior comodidade para o público interno (policias) e externo, e também o Governo do Estado fez investimentos importantes, como uma viatura modelo Ranger, que recebemos agora em 2017 e coletes balísticos”, disse o Tenente-Coronel.

Ainda segundo ele, a atuação do policiamento ostensivo contou com diversas operações, como a como a Distrito, na zona rural e a Intensificação em toda a região. “Temos uma boa relação com o titular da Coorpin daqui, trocamos muitas informações, o que facilita muito o trabalho”, afirmou Paixão. “Realmente temos uma parceria muito firme aqui na região, e o novo Disep veio agregar mais qualidade a esse trabalho”, explicou o delegado Mozart Cavalcanti, responsável pela 15a Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin).

Maria da Penha

Iniciado em junho de 2015 em Serrinha, a Ronda Maria da Penha, que atende mulheres vítimas de violência doméstica e familiar que estejam sob medida protetiva, já apresenta bons números de produtividade policial. Em 2016 foram seis prisões, 11 encaminhamentos à delegacia, além de uma arma de fogo apreendida.

“Ouve uma excelente aceitação por parte da comunidade, mulheres que mal saíam de casa, tinham muito medo, e hoje já trabalham, então a Ronda transmite essa sensação de liberdade com segurança para essas mulheres”, explicou a Tenente Manuela Silva, comandante do Ronda Maria da Penha no município, lembrando ainda que 12 mulheres foram acompanhas no ano de 2016.

Assessoria de Comunicação
Secretaria da Segurança Pública da Bahia

Nenhum comentário