Publicidade

publicidade

www.leomagalhaes.com.br Olá! Seja bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia. Você bem Informado...  Jaguarari-BAHIA,

Colheita de arroz em projetos sergipanos da Codevasf deve alcançar 30 mil toneladas

Os produtores dos projetos públicos de irrigação Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume, em Sergipe, já iniciaram a colheita da atual safra de arroz. A projeção da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) é de que sejam colhidas mais de 30 mil toneladas até o final da safra, que se encerra no início de 2017. Na sexta-feira (9), a presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, o senador Antônio Carlos Valadares e toda equipe técnica da empresa estiveram no Betume para conferir a produção de arroz e conversar com irrigantes, além de visitar outras atividades desenvolvidas no projeto mantido pela empresa nos municípios de Neópolis, Ilha das Flores e Pacatuba.

A área plantada da atual safra da rizicultura chegou a 4.150 hectares, o que representa um crescimento de 12% em relação à área de plantio da safra anterior. Ao todo, foram plantados cerca de 670 lotes de um total de 750 existentes no perímetro irrigado Betume. No projeto Cotinguiba/Pindoba, foram implantados 250 de 270 lotes destinados ao cultivo de arroz; no Propriá, os produtores plantaram 150 dos 230 lotes apropriados para a rizicultura.

Os projetos públicos de irrigação da Codevasf no Baixo São Francisco sergipano beneficiam cerca de 1.500 famílias e são responsáveis pela geração de aproximadamente 8 mil empregos diretos e indiretos na região. Anualmente, são produzidas mais de 35 mil toneladas de alimentos (sendo o cultivo do arroz a principal atividade), gerando uma receita bruta de produção de R$ 35 milhões.

“Quem fez o preparo do solo e da semente, está bem aqui no projeto”, afirmou o agricultor familiar no projeto Cotinguiba/Pindoba, desde 1982, José Carlos da Hora. Conhecido na região como Zé Duda, ele contou que em 2015 colheu 515 sacos de arroz.

Encontro com produtores

Em Propriá, a presidente Kênia Marcelino participou de uma reunião com a comunidade e autoridades da região do Baixo São Francisco sergipano para apresentar e discutir ações que serão executadas pela Codevasf no estado. Em 2017, os investimentos de reabilitação da infraestrutura de uso comum dos perímetros irrigados Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume devem ser ampliados, graças a uma emenda impositiva no valor de R$ 100 milhões apresentada pela bancada federal de Sergipe para o Orçamento da União. Os recursos destinados deverão ser obrigatoriamente aplicados em melhorias para os produtores do Baixo São Francisco sergipano.

"Este ano, estivemos reunidos com todas as bancadas dos estados onde a Codevasf atua e foi uma grata satisfação ter recebido o apoio da bancada do estado de Sergipe, por meio da liberação dessa emenda impositiva que vai proporcionar a execução de obras importantes para os irrigantes. Essas famílias esperam e acreditam que obras estruturantes sejam realizadas, como obras para viabilização de canal, viabilização de energia elétrica, sobretudo aumento na potência, limpeza de canais e melhoria dos sistemas de drenagem e de bombeamento”, afirmou a presidente da Codevasf, Kênia Marcelino.

"A presença da presidente Codevasf em nossa região representa o compromisso da Codevasf com a região do Baixo São Francisco Sergipano e com os demais municípios que integram as ações da empresa no estado. Os recursos dessa emenda vão proporcionar mais desenvolvimento para essa importante região do estado, destacou o senador Valadares durante o evento. “A aprovação dessa emenda será uma vitória para o nosso estado e para os produtores familiares que vivem da agricultura irrigada graças às águas do rio São Francisco", celebrou o senador sergipano.

Ao final da reunião, a presidente recebeu uma pauta de demandas do Movimento de Pequenos Agricultores e conversou com produtores.Participaram do encontro: o deputado federal Valadares Filho, o superintendente regional da Codevasf em Sergipe, César Mandarino, o atual prefeito de Propriá, José Américo, o prefeito eleito de Propriá, Yokanaan Santana, prefeitos eleitos e vereadores da região, representantes de distritos de irrigação de Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume, irrigantes e toda a equipe técnica da Codevasf em Sergipe.

"Nós aproveitamos para fazer um chamado a todos os representantes dos perímetros que serão beneficiados com essa emenda para que possam nos acompanhar na execução desses recursos que irão contribuir para o aumento da produção dos produtores, para redução da quantidade de água utilizada nas safras, além de aumentar a renda, melhorar a qualidade de vida e colocar mais recursos circulando nessa importante região do estado de Sergipe", finaliza Kênia Marcelino.

Investimentos

Entre as ações recentes nos projetos públicos de irrigação, a Codevasf está investindo R$ 173,6 mil para adquirir três sistemas de captação flutuante para os perímetros Propriá e Cotinguiba/Pindoba. Já foi emitida a ordem de serviço e o fornecimento deve ocorrer em breve. Além disso, serão aplicados R$ 583,1 mil na reforma das áreas de convivência das estações de bombeamento dos perímetros irrigados do Baixo São Francisco. As obras devem ser iniciadas nos próximos dias.

O superintendente regional da Codevasf, César Mandarino, esteve reunido recentemente com os técnicos da Companhia para planejar o cronograma de ações necessárias para a execução da emenda. “Vamos realizar os levantamentos de campo e elaborar os projetos para licitar as obras o mais rápido possível. Os perímetros irrigados geram milhares de empregos em todo o Baixo São Francisco e esses investimentos vão possibilitar que a Codevasf ofereça melhores condições de trabalho para os produtores”, disse.

Entre os investimentos a serem realizados, estão a modernização dos sistemas de captação de água, com instalação de flutuantes, a reabilitação de estradas vicinais e a finalização das obras de reabilitação da rede de canais de irrigação. As ações são consideradas prioritárias e atendem a demandas apresentadas pelos próprios produtores dos perímetros irrigados do Baixo São Francisco sergipano.

Outras melhorias planejadas são a implantação de unidades de processamento mínimo de arroz, a reabilitação do sistema de drenagem, a reabilitação das estações de bombeamento, a automação de sistemas eletromecânicos, a modernização de sistemas elétricos e a modernização do sistema de irrigação pressurizada do perímetro Cotinguiba/Pindoba.

Como parte da agenda em Sergipe, a presidente da Codevasf ainda supervisionou a execução das obras de dragagem num braço do rio São Francisco no município de Propriá. A ação emergencial, que conta com investimento de R$ 1,9 milhão, vai garantir o abastecimento de água nas cidades de Propriá, Telha, Cedro de São João e na Grande Aracaju.

Ascom Codevasf

Nenhum comentário