Seja muito Bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia  Jaguarari-BAHIA,

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

DEPUTADO BOBÔ - Moção em homenagem aos medalhistas e atletas baianos no Rio 2016‏

Para destacar o papel dos medalhistas e atletas baianos que ajudaram o Brasil a conquistar o maior número de medalhas na história dos Jogos Olímpicos, o deputado estadual Bobô (PCdoB), presidente da Comissão de Desporto, Paradesporto e Lazer, encaminhou, à Assembleia Legislativa da Bahia, Moção de Aplauso, com menção honrosa, aos atletas baianos medalhistas nas Olimpíadas Rio 2016: Robson Donato Conceição (medalha de Ouro no boxe), Isaquias Queiroz dos Santos (duas medalhas de Prata e uma de Bronze na canoagem), Erlon de Souza Silva (medalha de Prata na canoagem C2, com Isaquias) e Walace Souza Silva (medalha de Ouro no futebol masculino).

“Diante desses grandes feitos, reafirmo o compromisso do meu mandado de deputado estadual, pelo PCdoB, de contribuir para o desenvolvimento do esporte na Bahia e para melhorar a qualidade de vida do nosso povo. Esses atletas ajudaram o nosso País a conquistar o maior número de medalhas na participação brasileira na história dos Jogos Olímpicos. Orgulham a Bahia e são vistos como heróis olímpicos. O melhor é que serão vistos como exemplos de superação e de comportamento exemplar para nossas crianças e jovens. Eles possuem a mesma história de milhões de brasileiros de família humilde, que viram no esporte a possibilidade de uma vida digna”, afirma o parlamentar.

Segundo ainda Bobô, as conquistas mostram que, se o poder público e as grandes empresas investirem mais no esporte, seremos uma potência esportiva e uma Nação com mais justiça social. “Nesse momento extraordinário para a Bahia e o Brasil, é fundamental reforçar a importância de o esporte se tornar política de Estado e ferramenta de transformação de vidas. Mas do que celebrar as medalhas, exaltamos histórias de vida vencedoras de novos heróis baianos e orgulhos nacionais”, enfatiza.

Na moção, o comunista resgata a história dos medalhistas, como o canoísta Isaquias Queiroz, o maior medalhista do Brasil em uma mesma edição dos Jogos Olímpicos, ao conquistar bronze nos 200m individuais, e duas pratas, nas provas de 1.000 metros individuais e em dupla da canoagem velocidade, ao lado de Erlon de Souza. Falou da vida difícil do atleta em Ubaitaba, e como foi descoberto para o esporte no projeto social Segundo Tempo, criado pelo governo Lula. Também falou do amigo medalhista Erlon Silva, que nasceu em Ubatã, em uma família humilde, e trabalhava como tirador de areia, tendo que remar até o meio do Rio de Contas, saltar da embarcação e usar uma pá para retirar do solo o material que posteriormente seria usado em construções.

Destacou a história do pugilista Robson Conceição, que nasceu em Salvador, crescendo com a avó e a mãe no bairro de Boa Vista de São Caetano. Lembrou que ele começou a trabalhar cedo para se sustentar e ajudar a família, como feirante na barraca da Dona Neusa. Depois foi carregador de compras, vendedor de picolé na praia, ajudante de pedreiro e vendedor ambulante na sinaleira. Sua medalha é o primeiro Ouro olímpico do boxe brasileiro.

Exaltou o medalhista de Ouro no futebol masculino Walace Souza, natural de Salvador, mas que começou a carreira em Simões Filho. Foi convocado para a Seleção Olímpica em substituição a Fred e estreou na competição contra o Haiti ao substituir Elias.

Outros heróis

O deputado não esqueceu dos outros personagens baianos importantes no Rio 2016, como o treinador da Seleção Brasileira de Futebol masculino, Rogério Micale, que teve papel relevante na conquista do Ouro Olímpico. Ele que iniciou a carreira como goleiro na Portuguesa de Londrina (PR) e se aposentou precocemente aos 23 anos de idade. Abriu uma escolinha de futebol e iniciou a carreira de técnico, especialmente de categorias de base. Após a saída de Alexandre Gallo, foi chamado e ajudou o Brasil a conquistar o único título que ainda faltava ao nosso futebol.

Bobô também mostrou seu apreço e admiração aos atletas que ajudaram o País a estar presente nos Jogos Olímpicos, em diversas modalidades esportivas: Ana Marcela Cunha e Allan do Carmo (maratona aquática), Graciete Moreira (maratona), Adriana Araujo (boxe feminino), Robenilson de Jesus e Joedison Teixeira (boxe), Isabela Ramona (basquete feminino), Rafaelle, Fabiana e Formiga (futebol feminino).

“Celebramos cada conquista dos novos heróis baianos e reafirmamos nosso empenho em ajudar o esporte da Bahia para que futuros atletas vençam os desafios por uma vida melhor, lutando para superar as dificuldades com trabalho e dedicação, contribuindo para aumentar a autoestima do nosso povo com novas conquistas”, afirma.

Cláudio Mota - Ascom do deputado

0 comentários:

Postar um comentário

Não há suporte a flash!