Publicidade

publicidade

www.leomagalhaes.com.br Olá! Seja bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia. Você bem Informado...  Jaguarari-BAHIA,

Professora é assassinada a facadas em Riachão do Jacuípe

Foi encontrado no inicio da tarde deste domingo, 03, o corpo da professora Ienata Pedreira Rios, 35 anos, no interior da casa onde morava na Rua Antônio José de Oliveira, Loteamento São José, Bairro Vale do Rio, em Riachão do Jacuípe, vítima de golpes de faca. Segundo a Polícia Civil, a vítima estava caída debruço na cozinha com cerca de 20 perfurações e uma faca cravada no pescoço, despida e vestida apenas com uma camiseta e uma toalha.

Segundo Sérgio Araújo Vasconcelos, delegado titular da Delegacia Territorial de Riachão do Jacuípe, que vai trabalhar nas investigações, ao chegar encontrou a vítima sem os sinais vitais e vestígios de sangue em vários pontos da casa, levando a crê que houve luta corporal. O delegado disse também ao Calila Noticias que já tem uma linha de investigação para tentar identificar o autor do homicídio.
Não foi levado nada de casa e não teve arrombamento
O escrivão de Policia Civil e coordenador do cartório José Rodrigues também esteve no local e disse ao CN que a Policia Militar foi avisada por uma vizinha que teria visto o portão da casa entreaberto e ao se aproximar percebeu manchas de sangue e em seguida a PM acionou a Delegacia para acompanhar o caso, ao chegar realizou os procedimentos de praxe e acionou a equipe de peritos.

Informações do escrivão dão conta que a professora era natural de Pé de Serra, distante cerca de 25 km do local onde morreu e morava sozinha. Deixa um filho adolescente que mora com os pais dela, em Pé de Serra. Ensinava Inglês no Colégio João Campos, em Riachão, Colégio Projeção em Conceição do Coité, Colégio Estadual Pedro Falconeri Rios, em Pé de Serra, além de outros cursinhos pré-vestibulares e que diante dessa vida agitada tinha uma espécie de segurança particular que ela ligava para lhe acompanhar na chegada de casa, pois morava em local com pouco movimento, só que na noite de sábado,2, como de costume, não teria acionado a pessoa.

Estava noiva há três anos

Ienata era noiva há 3 anos de Cássio Patrício, morador da cidade de Dias D’ávila ,que disse ter recebido a notícia e de imediato se deslocou para Riachão do Jacuípe. Ele afirmou que seu último contato com Ienata foi às 18h30 de sábado,2, através de mensagens via WhatsApp que estava bem.

Redação CN/ Fotos: Raimundo Mascarenhas

Nenhum comentário