Polícia prende suspeitos de violentar e matar adolescente de 13 anos, em Petrolina

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quarta-feira (7) dois dos três suspeitos de violentar e matar a adolescente Estéfany Eduarda Nere de Oliveira, de 13 anos, em Petrolina. De acordo com os delegados Magno Neves e Gabriel Sapucaia, responsáveis pelas investigações, o homicídio teria sido motivado pelo abuso sexual da vítima. A garota foi morta na madrugada do dia 13 de outubro e o corpo foi encontrado dois dias depois.

“Ao que tudo indica, o homicídio decorreu do abuso sexual da adolescente de 13 anos de idade”,afirmou o delegado Gabriel Sapucaia, durante entrevista coletiva.

Os suspeitos presos são: José Henrique de Castro dos Santos, que é casado com uma prima de Estéfany, e Luiz Antonio Moura. Flávio Bernardino de Sena, conhecido como Índio, está foragido. Segundo os delegados, ele é tio da menina.

“Ela tinha uma certa relação, digamos assim, de confiança com um dos suspeitos, o que poderia ter ocasionado esse direcionamento, terem levado ela para aquele local ermo”, diz o delegado Sapucaia.

Segundo delegado Gabriel Sapucaia, um dia após a morte de Estéfany, José Henrique teria ido até a casa da avó da vítima, agindo com naturalidade. “Ele tem muita intimidade com a vítima, inclusive já morou nessa mesma residência: ele, a esposa, a vítima e a avó da vítima”.

Os suspeitos foram encaminhados para o presídio de Petrolina. Eles negam a autoria do crime. “Os acusados negam, mas os testemunhos deles são contraditórios. Um diz que viu o outro em um local, o outro diz que viu um em determinado local. Então, cada um aponta para o outro, no entanto todos se dizem inocentes”, afirma a polícia.

Foto Emerson Rocha G1

Nenhum comentário