Motorista de carro funerário ‘surta’ ao chegar em cemitério, foge com caixão em alta velocidade e provoca acidente na Bahia

Uma situação inusitada chocou a população do Distrito de Raso no município de Nova Soure, território Semiárido Nordeste II, na manhã deste domingo dia 11, depois que o motorista de uma empresa funerária identificado por Rone Gonçalves da Cunha, 34 anos, sofreu um suposto surto psicótico quando chegava no cemitério do distrito que fica distante cerca de 28 km da sede.

Segundo o Calila Noticias apurou, Rone Gonçalves dirigia o veículo funerário que fez o traslado do corpo do aposentado conhecido com Pedro de Ozebio, de Goiânia capital do estado de Goiás para o Raso, ele que faleceu na noite de quinta-feira dia 08, vitima de um câncer de próstata. “Seu Pedro” residia no Distrito do Raso, mas há 90 dias estava em Goiânia onde moram familiares que o levaram para realizar o tratamento.

Com a morte de “Seu Pedro”, a família contratou os serviços da funerária e seguiram em dois carros para o Raso, aonde chegaram neste domingo ás 10h. Por cerca de 30 minutos foi realizado o velório e em seguida o cortejo saiu para o sepultamento, ao chegar na porta do cemitério, as pessoas se preparavam para retirar do caixão do veículo, Rone não parou “e começou a falar cento e oitenta, cento e oitenta, repetindo várias vezes e partiu em alta velocidade pela BA 403, sentido a cidade de Sátiro Dias”, disse um morador.

Estava ao lado do motorista um homem conhecido por Neto (neto do falecido) que assustado com aquela atitude, pedia para que ele parasse o carro, mas não foi atendido, só ouvia Rone falar ‘cento e oitenta, cento e oitenta’ e preocupado com a velocidade e as manobras perigosas, Neto abriu a porta do veículo e pulou e foi socorrido para o Hospital de Nova Soure bastante ferido.

Rone continuou a dirigir em alta velocidade, entrando numa estrada vicinal. O dono da funerária, Daniel Neves Leandro, 30 anos, chamou o morador da comunidade, José Domingos Cardoso de Oliveira, 50 anos, por ele conhecer a região e lhe acompanhar no sentido de localizar Rone.

Daniel seguiu pela BA 403 e ao passar na altura das comunidades Caatinga Santana e Bendó, próximo do limite dos municípios de Sátiro Dias com Nova Soure, avistou o veículo que vinha em sentido contrário, ele deu sinal de luz para que o mesmo parasse, o que não foi obedecido. Neste momento, segundo relato de populares, Rone arremessou o veiculo que dirigia contra o que estavam Daniel e José Olímpio.

Os veículos, cujos dados não foram anotados, colidiram frontalmente, sendo que o conduzido por Rone, onde estava o caixão com o corpo de “Seu Pedro”, capotou, deixando o motorista preso nas ferragens até a chegada da SAMU de Sátiro Dias e arremessando o cadáver para fora do caixão. O carro onde estava Daniel e José Olimpio, após a batida, ficou dentro de uma fazenda depois de quebrar uma cerca de arame farpado.

Rone, Daniel e José Olimpio, deram entrada no pronto socorro do Hospital em Sátiro Dias e transferidos para o Hospital Dantas Bião, em Alagoinhas. Daniel e José Olimpio foram atendidos e liberados, enquanto Rone Gonçalves, em estado grave ficou internado na UTI.

Uma foto em que aparece Rone dentro das ferragens circulou nas redes sociais e divulgava que o mesmo havia falecido no local, fato esclarecido após o hospital de Sátiro Dias informar que o mesmo tinha dado entrada em estado grave e sido transferido pela SAMU até o Hospital Dantas Bião, em Alagoinhas.

O corpo foi recolocado no caixão bastante danificado e levado para o sepultamento.

Calila Notícias

Nenhum comentário