Acidente em Santa Bárbara deixa cinco mortos e pelo menos 27 feridos na colisão frontal entre carreta e ônibus de Euclides da Cunha

Uma colisão na manhã deste domingo, 25, na BR 116/Norte no município de Santa Bárbara, envolvendo uma carreta baú e um micro-ônibus pertencente ao Prefeitura de Euclides da Cunha ocupado por integrantes de uma fanfarra, resultou na morte de três pessoas ainda no local do acidente, sendo duas que estavam no ônibus e um motorista da carreta, duas ao darem entrada no hospital de Santa Bárbara. Antes havia informação de que outra vítima teria morrido ao dar entrada no Hospital Cleriston Andrade, em Feira de Santana.

Por meio de nota, a Sesab – Secretaria de Saúde do Estado da Bahia atualizou a informação às 19h deste domingo, dando conta que ao todo atendeu 32 pessoas, sendo que destas, cinco morreram, sendo duas no local do acidente entre elas o condutor da carreta, dois no hospital de Santa Bárbara e uma no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana.

Os mortos são o motorista da carreta Eurides Cardosos, de 63 anos, e os estudantes Fernando Andrade de Almeida, Jeferson Conceição dos Santos, Rafael José da Silva Souza e Rodrigo Carvalho Brandão da Silva, todos ex-alunos Educandário Oliveira Brito, que ao concluírem continuaram no projeto da fanfarra.

Ainda de acordo com a SESAB o hospital de Santa Bárbara registrou seis atendimentos enquanto quatro foram para Hospital Estadual da Criança (HEC) e 18 atendidos no HGCA em Feira, e um dos casos evoluiu para o óbito entre os cinco já citados.

Não tivemos informações das identidades das vítimas, apenas do condutor do coletivo de pré-nome Orlando que está entre os feridos mais graves, por ter sofrido amputação das duas pernas.

Informações preliminares da PRF apontam que o motorista da carreta que viajava no sentido Serrinha foi fazer uma ultrapassagem e bateu no ônibus.

A equipe do CN esteve no local do acidente ocorrido na altura do Povoado conhecido por “Curva” que fica no KM 382, cerca de 3 km do centro de Santa Bárbara, cujo local é marcado por outras tragédias.

Motoristas principalmente de veículos pesados tiveram que esperar muito tempo enquanto acontecia a prestação de socorro às vítimas, equipes do Corpo de Bombeiro para retirar o corpo do motorista da carreta das ferragens e desvirar o ônibus para tirar uma pessoa que gritava por socorro, inclusive contou com o apoio da equipe do Graer que usou o helicóptero para transferir uma das vítimas, do Departamento de Polícia Técnica – DPT de Feira de Santana para fazer a remoção dos corpos e por último dos guinchos para retirar os veículos do meio da pista e somente depois da 15h30 o trânsito foi liberado.

Entre o local do acidente até o último carro parado no sentido Serrinha foram 10 quilômetros. Estima-se que no sentido Feira de Santana pode ter ocorrido o mesmo pelo menos até o Posto Trevo.

Evento em Antônio Cardoso suspenso

Os integrantes da Fanfarra do Educandário Oliveira Brito (FANEOB) viajavam para cidade de Antonio Cardoso, distante 240 km de Euclides da Cunha em três ônibus onde iriam participar de um concurso de Bandas e Fanfarras organizado pela Liga Cultural de Bandas Musicais da Bahia (LICBAMBA). Eram esperados 14 fanfarras e quando foram informados do acidente a coordenação do evento lançou uma nota suspendendo o concurso e as que já estavam no local fizeram homenagem.

O micro ônibus era o primeiro do comboio e estava ocupado por homens e apenas uma jovem estava no veículo. Segundo Luiz Campos, integrante da fanfarra disse ao Calila que no segundo ônibus que viajava logo atrás, estava tinha só mulheres e o último carro estava transportando os instrumentos e uma pessoal que faz parte da fanfarra e mora em Caldas do Jorro.

Luiz Campos falou também que ficou sabendo do acidente através da ligação de uma pessoa que estava no segundo ônibus e ao chegar ao local já havia um grande engarrafamento e tiveram que andar mais de 01 km até o local do fato.

Pressentimento

Enquanto a equipe do CN estava no local um morador de Euclides da Cunha, servidor municipal mostrou uma conversa de uma das vítimas fatais teria mandado uma mensagem de WhatsApp para outra pessoa que viajava no outro ônibus afirmando que estava sentindo que iria morrer.O servidor disse que ele está entre as vítimas fatais.

Fonte: Calila Noticias

Nenhum comentário