No Dia Mundial da Água, grupo de voluntários retira 200kg de lixo do Rio São Francisco em Petrolina

Mais de 300 voluntários participaram de um mutirão para limpeza das margens do Rio São Francisco, em Petrolina, nesta quinta-feira (22). A ação comemora o Dia Mundial da Água e, segundo o coordenador geral do Programa Escola Verde (PEV), ligado à Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Paulo Ramos, em três horas de trabalho foram retirados mais de 30 sacos de vidro, plástico e sucata. Ao todo, as duas frentes de trabalho – de coleta na Orla 1 e mergulho no rio – retiraram cerca de 200 kg de lixo.

A mobilização bateu recorde de participantes e apoiadores, que, de acordo com a coordenação, recebeu ajuda logística de entidades como a Unimed, Joalina, Codevasf, além do Corpo de Bombeiros e prefeitura. O professor da Univasf explica que o mutirão foi formado por professores, moradores próximos à orla, pais e, principalmente, alunos de ensino Fundamental, Médio e Superior.

Durante a ação, os estudantes eram levados a refletir sobre descarte inadequado do lixo, assoreamento, crise hídrica, esgoto jogado no leito do rio sem tratamento e danos ambientais que geram problemas à saúde humana e mortandade dos animais. Enquanto os voluntários coletavam os resíduos, os bombeiros retiravam mais materiais impróprios do fundo do rio. “Assim como o número de participantes, também houve aumento na quantidade de lixo retirado do São Francisco”, conta Paulo Ramos.

Outro idealizador da mobilização, o coordenador de Pesquisa e Extensão do PEV, Celso Franca, inteirou ainda que durante o mutirão foram soltos no rio 5 mil alevinos doados pela Codevasf. Franca enfatizou o abraço simbólico que os 300 voluntários deram no Velho Chico e lembrou que a grande adesão dos alunos se deve às atividades diárias que o programa realiza nas escolas. "Quando eles souberam da limpeza em comemoração ao Dia Mundial da Água, imediatamente foram colaborativos. Eles estão em busca de um rio mais limpo e um meio ambiente mais saudável a todos, gente, plantas e animais”, conclui.

Jacó Viana
Jornalista - 6513/PE
Assessor de Imprensa
Programa Escola Verde (PEV/Univasf)

Nenhum comentário