NOTAS FALSAS ESTÃO DEIXANDO OS COMERCIANTES DE JUAZEIRO E PETROLINA PREOCUPADOS.


Um homem de 28 anos foi preso transportando R$ 21.300 em notas falsas na PE-507, próximo a cidade de Serrita, no Sertão de Pernambuco. Joseph de Sousa levava o dinheiro no  veículo de transporte de passageiros, no interior de duas malas e duas caixas de isopor. O carro foi parado numa blitz.
De acordo com a Polícia Federal, o suspeito teria saído de Salgueiro, PE, e o destino seria o município de Moreilândia, também no Sertão pernambucano. Esta prisão desperta o alerta: com o fim de ano e o décimo terceiro salário circulando, aumenta a movimentação de dinheiro no comércio. Mas com isso, o número de golpes também cresce. 
A Polícia Federal faz um alerta a população sobre notas falsas que circulam no mercado. Uma nota de R$ 20, por exemplo, tem até 13 elementos de segurança. Um deles é a famosa marca d água, que pode ser vista contra a luz. Outro é o fio de segurança.
Os comerciantes são os que mais sofrem e as empresas tem oferecido até mesmo treinamento para os funcionários. Os criminosos se aproveitam da correria, até mesmo para enganar os comerciantes de outras formas, como o uso de cheques e cartões de crédito adulterados. 
As notas da primeira família do Real são as mais fáceis de serem falsificadas. Para ajudar o consumidor na identificação, o Banco Central lançou um aplicativo para celular, chamado "Dinheiro Brasileiro". 
A posicionar o aparelho sobre a nota, o aplicativo identifica a cédula por comparação de imagem e mostra os elementos de segurança que devem ser observados. 


Redação blog Foto: PMPE

Fonte: Blog do Geraldo

Nenhum comentário