Juremal: Unidade de Saúde de Poções adquire filtro caseiro para água potável

Com intuito de contribuir com a segurança hídrica dos/as usuários/as da Unidade Básica de Saúde de Poções (USB), a Unidade, em parceria com Irpaa, realizou uma atividade educativa sobre a importância do processo de filtragem da água e como construir um filtro caseiro. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), a segurança hídrica está relacionada com acesso à água em qualidade, quantidade e regularidade pela população.

A atividade aconteceu na manhã dessa última terça-feira (07), na própria USB que fica em Poções, Distrito de Juremal, no interior de Juazeiro. Antes de começar os atendimentos médicos, os/as presentes participaram da palestra de conscientização acerca da necessidade de purificar a água destinada ao consumo humano. Uma forma simples e de baixo custo é o filtro caseiro, tecnologia social que realiza a purificação da água, eliminando contaminantes físicos e químicos, dessa forma contribuindo na prevenção de algumas doenças.

De acordo com a enfermeira da USB, Carine da Silva, a ideia de trabalhar a produção de filtro caseiro surgiu em reunião da equipe, após as agentes de saúde identificarem que “a comunidade não tava usando a água adequada para o consumo...caso de diarreia, índice de parasitas em fezes é altíssimo, e a gente sabe que tudo isso é por conta da água, que não é adequada para o consumo. Então, a gente achou viável fazer essa atividade educativa com a comunidade”, diz a enfermeira, que ressalta a importância da população não só construir o filtro caseiro em casa, mas reproduzir essa informação para demais pessoas.
A água da comunidade de Poções é oriunda da adutora da Mineração Caraíba e segundo Adriana da Silva Souza, agente comunitária da USB, nem todas as pessoas da comunidade tem conhecimento que essa água é bruta. “Essa água é uma água bruta, não tem tratamento e com isso a maioria das pessoas não se preocupa em tá tendo um filtro em casa, em tá fervendo, e consome essa água direto da torneira”, conta Adriana. A agente de saúde acredita que a atividade vai contribuir no seu trabalho, que é de acompanhar e orientar as famílias com ações preventivas. Uma dessas famílias é a de Dona Deusdete da Silva, moradora que utiliza a água para consumo humano sem passar por nenhum processo de filtragem, mas garante que após a palestra vai construir seu filtro caseiro: “Hoje foi muito interessante, eu pretendo fazer o filtro, pois é muito bom pra saúde da pessoa”, diz dona Deusdete.

Produção do Filtro Caseiro

Pote de barro, areia grossa, areia fina, carvão vegetal em pó, cascalho e pedras foram os materiais utilizados para produzir o filtro caseiro que vai ser utilizado pela USB de Poções. Vale ressaltar que o uso do filtro faz parte da saúde preventiva e um dos princípios da Unidade Básica de Saúde é trabalhar a saúde preventiva.

A construção do filtro caseiro foi realizada pelas colaboradoras do Irpaa Daiane Souza e Andressa Menezes e durante a prática Andressa Menezes, destacou que para garantir o acesso e a boa gestão da água, “não basta ter água, a água precisa ser em quantidade e qualidade suficientes”. Além disso, as colaboradoras do Irpaa enfatizaram a respeito da qualidade da água da chuva, seu potencial para consumo humano e a necessidade das comunidades armazenarem essa água nas suas cisternas.

Texto e fotos: Comunicação Irpaa

Nenhum comentário