Codevasf estrutura novas comunidades rurais de Campo Formoso para convivência com seca prolongada

Produtores de mais três comunidades rurais de Campo Formoso, no Norte baiano, ganham melhores condições para produzir em suas lavouras e assim superar os efeitos da estiagem prolongada que afeta o semiárido baiano. Eles foram estruturados nesta semana pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba por meio de sua 6a Superintendência Regional, sediada em Juazeiro, com um conjunto de equipamentos formado por trator, carreta tanque, carreta agrícola, grade niveladora, sulcador leve e roçadeira hidráulica, além de uma retroescavadeira.

O investimento foi de aproximadamente meio milhão de reais, recursos do Orçamento Geral da União destinados à Codevasf por emendas parlamentares.

“Mais uma vez a Codevasf está beneficiando nosso município com ações tão importantes. Com a retroescavadeira, poderemos escavar pequenas barragens, onde armazenaremos a água da chuva e ampliaremos o acesso a esse recurso, que é indispensável à vida”, comemora Maria Marlene Menezes da Silva, presidente da Associação da Comunidade de Produtores de Lagoa do Mato, que reúne 27 famílias.

Também serão beneficiadas com acesso aos equipamentos famílias de agricultores da Associação dos Pequenos Produtores de Poços, que possui 25 associados, e da Associação de Desenvolvimento Comunitário de Tuiutiba, à qual estão vinculadas 35 famílias de produtores. No total cerca de 90 famílias serão atendidas.

No Submédio São Francisco baiano está prevista, até o momento, a entrega de 100 conjuntos ou kits agrícolas com tratores e implementos a fim de fortalecer as associações de produtores familiares da região, segundo informa Everaldo Cavalcanti, analista em desenvolvimento regional da Codevasf em Juazeiro.

“Muitas famílias foram agraciadas por chuvas naquela região, favorecendo assim as terras para produção. Diante disso, estamos trabalhando para que outras comunidades, por meio de suas associações, também possam ser contempladas”, afirma o analista.

Ascom Codevasf

Nenhum comentário