Publicidade

publicidade

www.leomagalhaes.com.br Olá! Seja bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia. Você bem Informado...  Jaguarari-BAHIA,

Bahia Sem Fogo combate incêndio em reserva natural no município de Rio de Contas

Os trabalhos de combate a um incêndio que atinge a Reserva Natural Serra das Almas, na Chapada Diamantina, desde a manhã de sexta-feira (3), continuam. Até o momento, foram lançados cerca de 20 homens, entre bombeiros militares e brigadistas, em pontos de maior relevância operacional. Onze bombeiros do município de Jequié foram integrados à equipe em Rio de Contas, na manhã deste domingo (5), e auxilia a ação de combate no local.

Desde a sexta, uma aeronave do Programa Bahia Sem Fogo, coordenado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema), atua em apoio utilizando o equipamento aéreo com Bambi Bucket, espécie de bolsa que transporta água para auxiliar no combate.

Na manhã deste domingo, o secretário Geraldo Reis autorizou a contratação de mais uma aeronave e deslocamento de mais três viaturas com tração 4x4 para viabilizar o acesso terrestre dos bombeiros e brigadistas aos pontos de incêndio. Os veículos serão enviados de Vitória da Conquista (sudoeste) e Seabra (Chapada).

O Corpo de Bombeiros e a Brigada Gaviões da Chapada, que atuam no combate ao incêndio em Rio de Contas, estão em trabalho constante no local, assim como a aeronave com Bambi Bucket, uma vez que a equipe dispõe do suporte de um caminhão de abastecimento de combustível. A prefeitura do município de Rio de Contas também atua em parceria, com suporte logístico aos combatentes e mobilização de efetivo de brigadas próximas.

Uma equipe do Bahia Sem Fogo deslocou equipamentos para o helicóptero e material de combate da unidade de Lençóis para reforço na atuação em Rio de Contas. Ainda não há informações da área afetada pelo incêndio. A Reserva Natural Serra das Almas é uma reserva particular do patrimônio natural, localizada no município de Rio de Contas, com extensão de 263 hectares.

Bahia Sem Fogo

As ações de prevenção e combate aos incêndios florestais no Estado da Bahia se tornaram mais efetivas a partir de 2010, com a criação do programa Bahia Sem Fogo. O programa é coordenado pela Sema, que integra e coordena o Comitê Estadual de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais da Bahia (instituído pelo Decreto nº 11.559, de 1º de junho de 2009).

O comitê é formado por representantes de instituições estaduais, municipais e federais, entre elas, o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Casa Militar do Governador; seecretarias estaduais da Segurança Pública (SSP), da Saúde (Sesab), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), da Educação , da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri), do Turismo (Setur) e Corpo de Bombeiros Militares do Estado da Bahia (CBMBA).

O Bahia Sem Fogo tem o objetivo de coordenar as ações de prevenção, combate e monitoramento a incêndios em áreas de Unidades de Conservação (UCs) no estado, oferecendo infraestrutura e logística para as ações, quando necessário.

Combate - A Sema distribui equipamentos de proteção individual, transporte e suprimentos para as equipes de campo, pagamento de diárias para servidores e motoristas e locação de veículos e aeronaves.

Prevenção - O programa atua na prevenção às queimadas, promovendo cursos para formação de peritos, treinamento de brigadistas, reuniões e oficinas com as comunidades rurais, campanhas de prevenção e sensibilização e a organização de subcomitês

Boletim Bahia Sem Fogo - A partir de fevereiro de 2017, em períodos de maior ocorrência no registro de queimadas, a Sema/Inema e o Corpo de Bombeiros Militares prestam informações regulares sobre as atividades de monitoramento e combate ao fogo.

Canais de denúncia - A qualquer sinal de incêndio, ligue 193. Denúncias de queimadas ilegais e outros crimes ambientais também podem ser feitas pelo telefone 0800 071 1400, ou pelo e-mail denuncias@inema.ba.gov.br, diretamente nos balcões do Inema, na sede ou nas Unidades Regionais do órgão.

Secom

Nenhum comentário