Publicidade

publicidade

http://uauhost.com.br http://uauhost.com.br Olá! Seja bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia. Você bem Informado...  Jaguarari-BAHIA,

Um bom exemplo: Folião esquece vidro aberto do carro no Carnaval de Petrolina, mas tem boa surpresa no dia seguinte

O leitor Igor Bezerra viveu uma experiência peculiar no último sábado (25) no Carnaval de Petrolina, e achou que merecia ser de conhecimento de todos, divulgando a história no Facebook. Ao estacionar seu carro numa rua da orla, ele não reparou que um dos vidros traseiros ficou aberto, e dentro do veículo havia vários pertences seus. Quando retornou para ir embora, Igor percebeu que não tinha mais nada dentro. Só que ele teve uma bela surpresa no dia seguinte.

Confiram:

Ontem (sábado) vivi uma grande história, que julgo que merece ser compartilhada entre meus amigos de Facebook. Estava eu no Carnaval de Petrolina, Pernambuco, e deixei meu carro estacionado numa daquelas ruas paralelas à orla. Mais precisamente a última delas, antes de chegar à própria orla. Por volta das duas e 20 da manhã, mais ou menos, retornei ao local onde deixei o carro, para poder ir embora. Chegando lá, encontrei meu carro com o vidro dianteiro do passageiro abaixado. Provavelmente, quando travei as portas, tal vidro não subiu, e eu esqueci de verificar.

Fui ficando logo pensando no pior. Quando abri a porta do motorista, encontrei esse bilhete aí da foto, e verifiquei que todos os meus pertences que havia deixado tinham sumido: óculos escuros novo, celular, 2 camisas, comida, documentos do carro, perfume. Enfim, tudo tinha sumido. Primeira coisa que pensei: “ladrão infeliz, me roubou e ainda deixa um bilhete tirando onda da minha cara”.

E fui para casa, todo triste. Chegando a minha casa, percebi que meus pais estavam acordados. Estranhei. Quando entro na sala, minha mãe falou que ligou para mim e quem atendeu foi um cara que não era eu. Dizendo a seguinte coisa: “oi, sou Fulano, moro aqui em Juazeiro e estava no Carnaval de Petrolina com minha namorada e minha mãe. Meu carro estava atrás do carro do seu filho. Quando fomos embora, percebemos que o vidro estava abaixado. Então, retiramos tudo e deixamos um bilhete, para que não roubassem as coisas dele”.

Fiquei assustado quando ouvi aquilo. Ainda pensei: “será que não é mais um golpe, ou o cara querendo fazer outro assalto? sei lá”. Resolvi dormir e ligar no outro dia. Quando foi hoje à tarde, falei com o rapaz e ele falou para eu esperar na igreja católica do Centro de Juazeiro. Chamei dois amigos meus, Jota Souza e Conrado Guerra, para caso fosse alguma emboscada, estivesse eu com mais alguém. E eles, gentilmente, foram comigo.

Chegando ao local, toda uma tensão para saber se realmente isso era verdade ou a gente tinha entrado numa fria pesada. Kkkkkkkkkk. Pouco minutos depois, ele chegou, com a namorada e a mãe no carro. Me devolveram absolutamente tudo o que eu tinha. Eu ofereci uma quantia como recompensa, e os 3, prontamente, recusaram. Eu ainda argumentei: “aceitem, vocês me livraram de um prejuízo enorme”. E, para o meu choque e espanto, a mãe do rapaz respondeu: “de jeito nenhum, vá e faça isso por outra pessoa”.

Saí de lá maravilhado como a gente ainda encontra pessoas honestas. Lembro que quando eu tinha 15 anos achei uma conta de luz, enrolada com 75 reais. Na conta, tinha o endereço da pessoa. Imediatamente fui atrás e devolvi. Talvez a ação tenha voltado para mim hoje. Devemos sempre plantar coisas boas e devemos sempre sermos da maneira que nós gostaríamos que o mundo fosse. Presenciei uma atitude nobre, linda demais hoje. Que haja mais “fulanos” como esse. Só assim, o mundo se tornará um lugar melhor.

Igor Bezerra/Leitor
(foto/reprodução)

Blog do Carlos Britto

Um comentário:

  1. legal amigo ainda exite pessoa que tem o temor de Deus no coração Deus te deu um grande livramento Deus te abencoe

    ResponderExcluir