Publicidade

publicidade

www.leomagalhaes.com.br Olá! Seja bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia. Você bem Informado...  Jaguarari-BAHIA,

Delegado Charles Leão ministra palestra sobre crimes virtuais em Faculdade da capital

A nossa sociedade vive cada dia mais conectada. As relações pessoais, amorosas e de trabalho por vezes é mediada pelas novas tecnologias e os cuidados que temos na vida real, devem ser estendidos ao ambiente virtual.

Crimes como estelionato, calúnia, injúria e difamação estão se tornando cada vez mais comuns no chamado “mundo dos bytes”. Muitas pessoas não tem se importado em cometer os mais diversos delitos que estão enquadrados no Código Penal por ter a sensação que a internet é terra sem lei, mas as denuncias estão crescendo.

Sobre esse tema, o delegado especialista na área Charles Leão proferiu uma palestra sobre crimes virtuais em na Faculdade da Cidade, em Salvador. O delegado, que é especialista na área, conversou com os alunos da turma do quinto semestre na disciplina de direto penal ministrada pela professora Livanilda Meneses.

“Foi muito prazeroso compartilhar com os alunos o conhecimento sobre esse assunto. Desempenhamos uma atividade que é muito importante para a sociedade. Além de repassar conhecimentos mais técnicos e jurídicos da área, aproveitei para fazer um alerta de como se portar nas redes para evitar essas situações constrangedoras”, pontua Charles Leão.

Segundo Charles Leão, por mês cerca de 500 atendimentos, entre boletins de ocorrências, orientações e até demandas de fora do estado. “Noventa e quatro por cento dos crimes cometidos pela internet estão tipificados no Código Penal. Na Bahia, a maioria das ocorrências registradas é de estelionato. É importante que as vítimas procurem a polícia e informem sobre a ação de quadrilhas em ambiente virtual”, recomenda.

Desde 2012, o delegado Charles Leão colabora com o Grupo Especializado de Repressão a Crimes por Meios Eletrônicos, onde já foi o coordenador. O grupo dá suporte às delegacias de Polícia Civil do estado da Bahia.

Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário