Publicidade

publicidade

http://uauhost.com.br http://uauhost.com.br Olá! Seja bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia. Você bem Informado...  Jaguarari-BAHIA,

07 ATLETAS DA EAF JAGUARARI NA MAIOR COMPETIÇÃO ESTUDANTIL DO BRASIL

Erivânia Cruz, marchadora campeã do Norte Nordeste 2016 em Natal, na prova dos 5.000 metros marcha atlética, corre os 3.000 metros rasos, porque nesta competição não tem provas de marcha. Railane Batista, campeã do troféu Norte Nordeste em Natal e quarta colocada no campeonato brasileiro sub-18 em São Bernardo, nos 2.000 metros com obstáculos, também corre os 3.000 metros rasos.

Os irmãos Náviny Ferreira, campeã baiana adulto e terceira colocada no troféu Norte Nordeste sub-18 em Natal 2016, na prova dos 800 e 400 metros rasos, correrá os 400 e 800 metros rasos. Alessandro Ferreira, campeão do troféu Norte Nordeste sub-18 em Natal, na prova dos 3.000 metros rasos, quarto colocado nos 1.000 metros rasos do campeonato brasileiro sub-16, em São Bernardo do campo, desta vez ele vai correr os 3.000 metros rasos, mas no ano passado, em Fortaleza-Ce, na competição 12 a 14 anos, ele conquistou e a medalha de bronze, feito inédito para o estado, no atletismo masculino. Ticiane Ferreira, vice-campeã do troféu Norte Nordeste sub-18, em Natal 2016 na prova dos 2.000 metros com obstáculos e terceira colocada nos 3.000 metros rasos, fará o salto em altura, prova que ela é campeã baiana sub-16, sub-18 e sub-20.

Tem ainda as atletas Saionara de Jesus, terceira colocada no heptatlo do troféu Norte Nordeste sub-18 em Natal 2016 e Priscila Almeida, campeã do troféu Norte Nordeste sub-18 em Natal, na prova do lançamento do dardo.

Eles viajam nesta quarta-feira, 09 enfrentam oito horas de ônibus até Salvador e de lá voam às 00:30 do dia 10, para a capital da Paraíba, onde se encontrarão com mais de 4.000 atletas de todas as regiões do país.

O nível da competição é altíssimo, e agora os atletas da escolinha de atletismo Flamengo se encontram neste seleto grupo de atletas que podem conquistar uma medalha, como fez Railane Batista no ano passado, conquistando a terceira colocação nos 3.000 metros rasos. Ela acha que agora pode brigar pelo ouro, mas sabe que pode ficar entre as dez, porque são muitas favoritas que querem se tornar campeã brasileira.

Náviny participa pela sexta e última vez desta linda competição organizada pelo COB – Comitê Olímpico Brasileiro, juntamente com as confederações de 13 modalidades. A garota sempre obteve ótimas colocações, mas ainda não ganhou medalha. Segundo ela a possibilidade de vencer ou ficar em décimo é muito grande pelo nível da competição e mesmo sendo campeã baiana adulto na principal prova em que participará. Ela afirma que o dia e o clima podem influenciar muito no resultado, mas ressalta a alegria de já fazer parte deste seleto grupo de grandes atletas da base do atletismo nacional.

Os jogos escolares da juventude, aliás revelam mais de 60% dos atletas que chegam a uma olimpíada, como aconteceu na rio 2016 e estes 07 jovens atletas fazem parte desta maravilhosa estatística. A competição começa no dia 10 de novembro e vai até o dia 20. São 10 dias de muita disputa e confraternização entre atletas do Oiapoque ao Chuí , e claro de um pequeno povoado pequenino chamado Flamengo, localizado no sertão da Bahia.

Informações EAF

Nenhum comentário