Publicidade

publicidade

www.leomagalhaes.com.br Olá! Seja bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia. Você bem Informado...  Jaguarari-BAHIA,

Juazeiro: Dia das Crianças é celebrado com festa na Casa Lar Maria de Nazaré

O Dia das Crianças na Casa Lar Maria de Nazaré, no bairro Palmares, em Juazeiro-BA, foi mais feliz este ano com o projeto “Era uma vez um lindo dia”. Na última quarta-feira (12), alunos, professores e colaboradores da Faculdade Maurício de Nassau – Petrolina fizeram a festa para as crianças do lar infantil, que abraça cerca de 60 crianças cotidianamente, das quais 20 residem na casa.

Para que tudo fosse como esperado, os estudantes da unidade mobilizaram-se em campanhas de arrecadação de brinquedos e saíram em busca de parcerias. Com a venda de rifas e a ajuda de empresas locais, eles proporcionaram às crianças um divertido lanche regado a cachorro-quente, picolé, bolo decorado e docinhos, acompanhados de sucos e refrigerantes.

Além do lanche da tarde, a meninada pôde se divertir com contação de histórias, danças com músicas infantis, pinturas faciais e momento de beleza com maquiagem e esmaltes. O mais importante durante todas as atividades foi a atenção dada aos pequenos. “A realidade da gente é muito diferente da dessas crianças. É um choque de realidade necessário, inclusive para os nossos alunos. Essas crianças são pouco assistidas, têm uma vida difícil, quase não vivem a infância... e a maioria de nós nem percebe que eles só querem atenção”, afirmou a professora Ariana Andrade, responsável pela coordenação do projeto.

A realização da ação contou com a parceria de empresas amigas da Nassau Petrolina, como a Quy Sorwetto, que destinou gratuitamente 240 picolés. Além dela, a Coral Moda Praia, a Via Cell e a Morena Mel doaram brindes para presentear as crianças.

Para Raimunda Dias, a Dona Raimundinha, responsável pela Casa, receber um sorriso é a maior de todas as recompensas. “Se todos tivessem esse coração bom, muitas outras crianças já teriam saído das ruas ou deixariam de ser maltratadas. A gente faz o que pode aqui”, ressalta a senhora que há 28 anos transformou sua própria residência na Casa Lar.

Atenciosamente,
Gabriela Campêlo
ASCOM Nassau Petrolina

Nenhum comentário