Cerca de 28 mil policiais militares atuam nestas eleições

Imagem Ilustrativa
A Polícia Militar da Bahia montou um esquema especial de policiamento com 27.547 policiais militares para as Eleições 2016 em todo estado. O objetivo é proporcionar mais segurança aos eleitores dos 417 municípios baianos e garantir o exercício da democracia e o cumprimento da legislação constitucional no pleito que definirá os próximos prefeitos e vereadores.

A Operação Eleições 2016, que envolve quatro fases, começou há 30 dias, quando do início das campanhas eleitorais, comícios e eventos realizados pelos candidatos, e seguirá até a próxima segunda-feira (3).

No processo eleitoral o trabalho da PM consistirá na escolta das urnas até as seções eleitorais e na manutenção da guarda nos locais de votação para impedir a violação dos equipamentos.

O policiamento no dia da votação (2) será montado a partir das 6 horas em uma distância de 100 metros de cada seção eleitoral. Após o encerramento, às 17 horas, os discos com a totalização de cada urna serão escoltados até o local de apuração e transmissão, onde o policiamento permanecerá até o término dos trabalhos, última fase da operação.

Serão prevenidos e fiscalizados crimes eleitorais, como propaganda de boca de urna (partidos políticos e candidatos), transporte clandestino de eleitores, desordem que prejudique os trabalhos eleitorais, consumo de bebida alcoólica (Lei Seca) nas zonas eleitorais onde os juízes definirem pela adoção da medida, dentre outros crimes. Em casos de flagrante, a PM encaminhará os presos para a Polícia Civil, além do contato constante com o juiz eleitoral.

Fonte: DCS/PM

Nenhum comentário