Seja muito Bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia  Jaguarari-BAHIA,

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Artigo: Aprendizado, um vício do bem

Dr. Janguiê Diniz
Quando perguntamos o que a educação pode fazer para mudar as nossas vidas, temos uma resposta simples e direta: a educação é a base de tudo, quando mais estudamos, mais nos tornamos pessoas esclarecidas e conscientes do nosso papel na sociedade. O aprendizado leva você ao crescimento, ao desenvolvimento pessoal e profissional.

Em definição, o vício é um hábito repetitivo que degenera ou causa algum prejuízo ao viciado e aos que com ele convivem. Entretanto, essa definição não se encaixa quando falamos do aprender. Devemos sempre buscar o aprendizado e para que isso aconteça, não basta procurar somente o desenvolvimento técnico e profissional, esquecendo que o nosso lado pessoal possui total influência em nossos atos.

Quantas pessoas conhecemos que, passados cinco ou dez anos, estão no mesmo emprego e mesmo cargo? Que estão estacionadas na vida, sem perspectiva de promoções ou que não pensam em mudar de vida? Inúmeras. Provavelmente porque essas pessoas não valorizam o aprendizado e nem se interessam pelo enriquecimento do conhecimento.

Qualquer um que busque o aprendizado constante e que continue aprendendo, permanece jovem – aqui falamos de jovem relacionando a evolução tecnológica – à medida que atualiza seus conhecimentos e também se torna cada vez mais valioso. Em uma faculdade, por exemplo, é possível buscar conhecimentos técnicos através do curso, livros, palestras, seminários. Contudo, também é possível adquirir desenvolvimento pessoal quando se coloca em exercício a habilidade em lidar com pessoas, em conhecer e controlar melhor suas emoções.

A maior parte das pessoas passa a vida inteira na busca do desenvolvimento técnico e deixa de se preocupar com o desenvolvimento pessoal. Não basta estudar nos melhores colégios, fazer especializações, dominar magnificamente um determinado assunto. Dessa forma, apenas o conhecimento técnico será exercitado e isto não é suficiente para o contexto atual da nossa sociedade. O mundo muda constantemente e se você não muda com ele, em pouco tempo será substituído.

Devemos estar sempre prontos e abertos para aprender. Aprender com tudo e com todos. Não deve-se acreditar que a educação é cara e difícil. Educação e aprendizado são essenciais. Mais caro é o preço a ser pago pela ignorância de se negar a aprender o tempo todo.

Aprendizado, um vício do bem – Janguiê Diniz – Mestre e Doutor em Direito – Reitor da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau – Fundador e Presidente do Conselho de Administração do Grupo Ser Educacional

0 comentários:

Postar um comentário

Não há suporte a flash!