Publicidade

publicidade

www.leomagalhaes.com.br Olá! Seja bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia. Você bem Informado...  Jaguarari-BAHIA,

Adapta Sertão recebe prêmio internacional como a iniciativa mais inovadora para adaptação às mudanças climáticas em 2015

Na terça-feira 17 de maio, o Adapta Sertão foi contemplado com mais um prêmio internacional, dessa vez promovido pelo FONTAGRO (Fundo Regional de Tecnologia Agropecuária) que buscou identificar experiências inovadoras bem-sucedidas de adaptação às alterações climáticas, bem como lições aprendidas com os agricultores familiares.

A cerimônia aconteceu na cidade de Washington nos Estados Unidos e a premiação foi recebida por Valdirene Santos presidenta do CODETER (Conselho de Desenvolvimento Territorial da Bacia do Jacuípe), um dos órgãos parceiros do projeto e pelo Coordenador técnico do Adapta Sertão Daniele Cesano, o qual acredita que o prêmio é o início para a iniciativa aumentar a sua atuação.

“Este prêmio representa o ponto de partida para podermos ganhar escala. Temos ainda vários detalhes a serem ajustados e resultados a serem concretizados mas as perspectivas são boas”. Disse Daniele.

A iniciativa foi considerada a mais inovadora iniciativa para adaptação às mudanças climáticas de 2015, na categoria Associações de Produtores e ONGs.

O projeto foi escolhido dentre 49 trabalhos da América Latina e Caribe, com potencial de ser replicado em outros locais do mundo, desenvolvidos nos últimos 15 anos.
O Adapta Sertão é coordenado pela Rede de Desenvolvimento Humano (REDEH) e trata-se de uma coalizão de organizações que atuam no semiárido baiano, no Território Identidade Bacia Jacuípe e munícipios vizinhos, com vistas a promover o cooperativismo e no empreendedorismo como formas de desenvolvimento local, a partir das estruturação das propriedades rurais visando a permitir produzir alimentos durante as estiagens.

O FONTAGRO é um mecanismo de cooperação regional que promove ações de inovação na agricultura familiar e segurança alimentar. Ao todo, 15 países fazem parte da organização, que conta com um capital de aproximadamente R$ 400 milhões. Desde a criação, em 1998, já financiou mais de US$ 354,8 milhões 100 em projetos e iniciativas. Participam: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha, Honduras, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

O prêmio foi patrocinado pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

ASCOM Adapta Sertão
Jorge Henrique

Nenhum comentário